Série de debates discute identidade e cultura do Brasil – 13/09/2022 – Ilustríssima

Série de debates discute identidade e cultura do Brasil – 13/09/2022 – Ilustríssima


No ano do bicentenário da Independência, o Centro de Pesquisa e Formação (CPF) do Sesc São Paulo, a Associação Portugal Brasil 200 anos (APBRA) e a Folha promovem a série de debates Perguntas sobre o Brasil.

Com base no projeto 200 anos, 200 livros, lançado em maio deste ano, o ciclo terá duas edições por mês, sempre com transmissão online, com abordagens de aspectos sociais, econômicos e culturais do país.

A primeira mesa acontece nesta quarta, dia 14, às 16h. O objetivo do evento de estreia é apresentar e discutir a série de debates, que vai se estender até maio de 2023, com 16 edições.

Entre os representantes do Brasil, participam o sociólogo Danilo Santos Miranda, diretor do Sesc São Paulo, e o jornalista Vinicius Mota, secretário de Redação da Folha. Entre os portugueses, o ex-reitor da Universidade de Coimbra João Gabriel Silva, presidente do Instituto Pedro Nunes, e o diplomata Francisco Ribeiro Telles, ex-secretário-executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

A mediação ficará a cargo de José Manuel Diogo, presidente da Apbra e colunista da Folha, e a apresentação será de Sabrina da Paixão, pesquisadora do CPF.

De acordo com Miranda, os debates buscam investigar quem somos, enquanto brasileiros, e quais são as nossas realidades, mazelas e perspectivas de futuro. “É muito clara a nossa diversidade, uma das características mais marcantes do nosso panorama humano e físico.”

Para montar as mesas, a curadoria do projeto se inspirou no projeto 200 anos, 200 livros, que reuniu duas centenas de obras relevantes para entender o país a partir das sugestões de 169 intelectuais da língua portuguesa —nomes do Brasil, principalmente, mas também de Portugal, Angola e Moçambique.

“São livros paradigmáticos, que marcam não só a nossa literatura, mas nosso modo de ver o mundo”, afirma Miranda.

Entre os assuntos abordados no ciclo, estão educação, meio ambiente, racismo e feminismo, além de imersões em autores que, nas palavras de Miranda, “representam situações variadas desse país múltiplo”.

Um dos debates vai discutir a atualidade da obra de Carolina Maria Jesus, cujo livro mais conhecido, “Quarto de Despejo” (1960), aparece em primeiro lugar entre os 200 livros.

As discussões sobre a relação entre Brasil e Portugal também permeiam o ciclo. Quatro instituições portuguesas apoiam o projeto e vão retransmitir as discussões em suas redes sociais: Câmara Municipal de Coimbra, Universidade de Coimbra, Instituto Camões e jornal Diário de Coimbra.

“Há um grande desconhecimento do atual momento de cada um dos dois países”, diz o empresário José Manuel Diogo, presidente da Apbra, associação que promove iniciativas para aproximar as duas nações.

“Que Brasil essa lista revela? Quais novidades ela trouxe para cada um dos debatedores? Em que medida, a partir da literatura, nós poderemos discutir a sociedade?”, questiona Diogo.

O segundo debate já tem data e tema. No dia 28 de setembro, também às 16h, a socióloga Neca Setubal, coordenadora do Conselho da Fundação Tide Setubal, e o professor Fernando José Almeida (PUC-SP) discutem os desafios da educação brasileira no período pós-pandemia.

Todos os eventos são gratuitos e serão transmitidos pelo canal do YouTube do Sesc São Paulo. Veja a programação abaixo.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original