Sem Michael Phelps, Caleb Dressel e Emma McKeon brilham na natação em Tóquio

Sem Michael Phelps, Caleb Dressel e Emma McKeon brilham na natação em Tóquio


Caeleb Dressel, nadador americano (FINA/Instagram)

Na primeira Olimpíada desde Pequim-2004 sem a presença de Michael Phelps, o maior ganhador de medalhas olímpicas da história com 23 ouros, três pratas e dois bronzes, os holofotes da natação ficaram divididos entre o americano Caleb Dressel, que subiu ao lugar mais alto do pódio cinco vezes em Tóquio, e a australiana Emma McKeon, que igualou o feito da ginasta soviética Maria Gorokhovskaya em Helsinque-1952, ao ganhar sete medalhas numa mesma edição de Jogos.

Com apenas 24 anos, Caleb Dressel disputou os Jogos Olímpicos pela segunda vez. No Rio, com apenas 19, ficou em sexto lugar nos 100 m livre e fez parte dos revezamentos 4 x 100 m livre e 4 x 100 m medley dos Estados Unidos que conquistaram a medalha de ouro. Em Tóquio, mais maduro como atleta, o americano colocou no peito cinco ouros. Repetiu o feito nos revezamentos como em 2016, mas ganhou também os 50 m livre, os 100 m livre e os 100 m borboleta.

“Estou orgulhoso de mim mesmo. Acho que alcancei todo o meu potencial nesses Jogos. Foi muito divertido competir aqui e eu não mudaria uma coisa sequer. Depois que uma competição termina, é claro que fico feliz, mas também fiquei muito feliz enquanto estava acontecendo. Foi muito especial também terminar com a vitória no revezamento como nós fizemos”, afirmou o americano.

Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original