KLBN11, SUZB3 e JBSS3 lideraram baixas da Bolsa; Vale pesou contra

KLBN11, SUZB3 e JBSS3 lideraram baixas da Bolsa; Vale pesou contra


17h47 – Encerramos nossas transmissões. Veja os destaques do Ibovespa hoje.



17h44 – Klabin (KLBN11), Suzano (SUZB3) e JBS (JBSS3) lideraram baixas do Ibovespa com queda do dólar; Vale (VALE3) também pesou contra o índice

O Ibovespa chegou a registrar a maior cotação desde setembro de 2021, chegando perto dos 120 mil pontos, mas a trajetória inverteu pressionada por ações de peso da carteira. Tanto os papéis da Vale quanto os da Petrobras encerraram o dia em baixa hoje, com destaque para os papéis da mineradora. VALE3 fechou na casa dos R$ 95, em queda de 1,7%. Já os papéis ON da Petrobras (PETR3)  fecharam em alta de 0,4%, mas os preferenciais (PETR4), com maior volume negociado, cederam 0,4%.

A trajetória de queda da moeda americana impactou ações de exportadoras na Bolsa. As companhias de papel e celulose foram as maiores baixas do Ibovespa. KLBN11 liderou as perdas, recuando 6,13%, seguida por SUZB3, que caiu 6%. Os frigoríficos JBSS3 e MRFG3 recuaram, ambos, 3,72%.

“Como vendem para o exterior, a queda do dólar tem duplo efeito, uma vez que torna o produto menos competitivo no mercado internacional, além de impactar a receita quando as vendas externas são convertidas para reais”, explica Alexsandro Nishimura, economista e sócio da BRA.

Já a maior alta do Ibovespa foi COGN3, que disparou 19,48%, após a divulgação de seus resultados trimestrais. YDUQ3, também de educação, pegou carona na concorrente e avançou 9,05%, segunda maior alta do índice. AZUL4, CYRE3 e IRBR3 completaram a lista de maiores altas do Ibovespa nesta sexta-feira.

Veja os destaques do Ibovespa hoje

Fechamento Ibovespa em 25 de maço

 



17h13 – Ibovespa fecha em leve alta de 0,02%, aos 119.081 pontos; na semana, acumulou alta de 3,27%



17h02 – Dólar comercial acumula queda de 5,38% na semana



17h02 – Dólar comercial fecha em queda de 1,75%, a R$ 4,746 na compra e R$ 4,747 na venda



17h02 – Bolsas em Nova York fecham mistas após sessão de forte volatilidade

  • Dow Jones subiu 0,44%, aos 34.861 pontos
  • S&P 500 fecha em alta de 0,51%, aos 4.543 pontos
  • Nasdaq fecha com queda de 0,16%, aos 14.169 pontos


16h58 – Sentimento entre as empresas alemãs recua 7,7pp com conflito na Ucrânia, disse o Instituto ifo de Pesquisa Econômica

O Índice de Clima de Negócios, sazonalmente ajustado, caiu de 98,5 pontos em fevereiro para 90,8 pontos em março.

Com as sanções internacionais contra a Rússia e com as cadeias de fornecimento interrompidas pelo conflito militar, várias empresas alemãs interromperam todos os negócios com a Rússia. Com o cenário atual, as empresas alemãs estão esperando “tempos difíceis”, segundo o presidente do Ifo, Clemens Fuest.

Com relação às expectativas, a queda foi ainda maior: 13,3 pontos, mais do que o que caiu no início da crise do coronavírus, em março de 2020 (11,8 pontos).



16h55 – Ibovespa tem leve alta de 0,01%, aos 119.066 pontos, no fechamento preliminar



16h53 – Locaweb (LWSA3): GMV das notas fiscais emitidas pelo Bling subiu 60% em um ano

No caso do recém adquirido sistema de gestões online Bling, Fernando Cirne, CEO da Locaweb, disse que o GMV (sigla em inglês para volume bruto de mercadoria) das notas fiscais emitidas teve crescimento de 60% entre o quarto trimestre de 2020 e o mesmo período de 2021. Foram R$ 20 bilhões em notas fiscais emitidas, segundo o executivo. “Isso mostra a importância do Bling dentro do ecossistema de ecommerce”, afirmou.

No caso da Melhor Envio, afirmou que houve crescimento de 79% em etiquetas emitidas no quarto trimestre de 2021, frente ao mesmo período de 2020. Houve crescimento de 59% no TPV (sigla em inglês para valor total de pagamentos) na mesma comparação.



16h46 – Caged, Payroll e fim da temporada de balanços marcam a próxima semana

A última semana de março é também a última semana de balanços do 4T21 no Brasil. Por aqui saem também Caged e Pnad Contínua. Nos EUA, tem revisão do PIB, dados da inflação e da taxa de desemprego. Confira a agenda:

• Segunda-feira (28)

A semana começa com o INCC-M (8:00h) e segue com as projeções do Boletim Focus no Brasil (8:25h). No começo da tarde, tem estoques do atacado nos EUA (9:30h) e dados do investimento estrangeiro direto no Brasil (9:30h). De tarde, o Brasil divulga a arrecadação de impostos (14:30h), e à noite o Japão solta a taxa de desemprego (20:30h).

BALANÇOS: antes da abertura, tem Anima (ANIM3); depois do fechamento, a Dasa (DASA3), a HBR Realty (HBRE3) e a Mosaico ([ativo=MOSI3]).

• Terça-feira (29)
A terça-feira se inicia com índice de confiança do consumidor na Alemanha (4:00h) e tem ainda o Caged no Brasil (9:30h). Nos EUA, tem ofertas de emprego JOLTs (12:00h) e a variação dos estoques do petróleo API (17:30h). No Japão, saem dados do varejo (20:50h).

BALANÇOS: terça, os números são divulgados por Aliansce Sonae (ALSO3), Allied (ALLD3), Boa Safra (SOJA3), Bradespar (BRAP4), Cemig (CMIG4), Copasa (CSMG3), General Shopping (GSHP3), Getninja (NINJ3), Helbor (HBOR3), Méliuz (CASH3), Oi (OIBR3), Oncoclínicas (ONCO3), Qualicorp (QUAL3), Rede D’or (RDOR3), Traders Club (TRAD3) e Tupy (TUPY3) todos após o fechamento do mercado.

• Quarta-feira (30)

A quarta-feira apresenta a confiança do consumidor no Reino Unido (6:00h), o IGP-M (8:00h) e o índice de preços ao produtor no Brasil (9:00h), a inflação na Alemanha (9:00h), a variação de empregos privados nos EUA (9:15h), variação de estoques de crédito no Brasil (9:30h) e, finalmente, o PIB trimestral norte-americano (9:30h). Ainda tem dados dos estoques de petróleo EIA (11:30h), e a produção industrial no Japão (20:50h) e PMI na China (22:30h).

BALANÇOS: neste dia, antes da abertura tem IMC (MEAL3); depois do fechamento, os números chegam de Cruzeiro do Sul (CSED3), Desktop (DESK3), Eletromidia (ELMD3), Kora Saúde (KRSA3), Mobly (MBLY3), Orizon (ORVR3) e Priner (PRNR3).

• Quinta-feira (31)

A manhã é agitada nesse dia: no Reino Unido, tem o PIB (3:00h), seguido de dados do varejo na Alemanha (3:00h) e taxa de desemprego alemã (5:00h) e na zona do euro (6:00h). No Brasil, chega a Pnad Contínua (9:00h) e pedidos de seguro-desemprego nos EUA e gastos pessoais mensais (ambos 9:30h). Voltando ao Brasil, há o resultado nominal do setor público (9:30h) e inflação nos EUA (9:30h) além do PMI (10:45h). À noite, tem o PMI no Japão (21:30h) e na China (22:45h).

BALANÇOS: na quinta, há Alphaville (AVLL3), Bahema (BAHI3) e Dommo (DMMO3).

• Sexta-feira (1º)

Na sexta, terminando a semana, PMI na Alemanha (4:55h), na zona do euro (5:00h) e no Reino Unido (5:30), além de inflação na zona do euro (6:00h). No Brasil, tem o IPC-S (8:00h) e a produção industrial (9:00h). Nos EUA, tem a taxa de desemprego (9:30h) e o PMI (10:45h). O dia termina com a balança comercial no Brasil (15:00h).



16h24 – PetroReconcavo (RECV3): ‘Nossa proposta pelo Polo Bahia Terra é competitiva e bem estruturada’, diz CEO



16h16 – Ação da OceanPact (OPCT3) desaba 14% apesar de resultado surpreender projeções; companhia revisa guidance para baixo



16h11 – Locaweb (LWSA3): Após dezembro impactado por pandemia, vendas vêm se recuperando, diz executivo

Em teleconferência com analistas, Willians Marques, diretor geral de commerce SMB da Locaweb, afirmou que o resultado de dezembro de 2021 foi mais afetado pela pandemia. Mas disse que o primeiro trimestre vem em patamares dentro das expectativas, com uma boa recuperação de vendas em lojas, em linha com o esperado.



16h09 – Locaweb (LWSA3): Alto custo de capital leva a cautela em novas aquisições, diz CEO

Em teleconferência com analistas, Fernando Cirne, CEO da Locaweb, ressaltou que a empresa comprou três empresas desde o IPO (sigla em inglês para oferta pública inicial de ações). Agora, vê um mercado privado ainda aquecido. Mas diz que, como o custo de capital ainda está alto, a empresa está mais cautelosa sobre a compra de novas empresas.

Sobre aquisições, afirmou que as empresas evoluem em três ou quatro anos até chegarem a padrões de lucro Ebitda de 15% a 30%. Ele disse que Melhor Envio e Bling vêm crescendo acima de 50% de forma que devem atingir este padrão de Ebitda antes do esperado.



16h07 – Locaweb (LWSA3): Migrações para a concorrência não têm impacto relevante sobre cancelamentos, diz CEO 

Em teleconferência com analistas, Fernando Cirne, CEO da Locaweb, afirmou que o “churn” (termo em inglês para taxa de cancelamento) da empresa não é fortemente impactado por migrações para a concorrência. Ele disse que a maioria das vendas da empresa é a clientes que ainda não haviam montado e-commerces, e que a Locaweb não sofre fortemente com “roubos” de clientes.

A diretoria afirmou que a empresa vem observando ciclos estáveis de cancelamentos, e que estes são compensados por vendas a clientes estabelecidos em seu ecossistema.



16h – Ibovespa tem ligeira queda de 0,02%, aos 119.034 pontos

O Ibovespa chegou perto dos 120 mil pontos, mas reduziu ganhos e agora opera próximo da estabilidade. A Bolsa brasileira acompanhou o comportamento dos índices em Nova York, que operam mistos na última hora de negociações. Ainda assim, caminham para fechar com mais uma semana de saldo positivo, ainda que a guerra na Ucrânia siga sem avanços positivos e o mercado já trabalhe com a possibilidade de ajuste mais agressivo de juros nos Estados Unidos.

A maior alta do Ibovespa hoje é COGN3, que dispara mais de 20% na reta final do pregão, após a divulgação de seus resultados. YDUQ3, também de educação, pega carona na concorrente e avança 8,74%, segunda maior alta do índice. IRBR3, AMER3 e AZUL4 completam a lista de maiores altas do Ibovespa.

Enquanto isso, o dólar segue em baixa e agora recua 1,61%, a R$  4,753 na compra e R$ 4,754 na venda. A trajetória de queda da moeda americana impacta ações de exportadoras na Bolsa. As companhias de papel e celulose são as maiores baixas do Ibovespa neste momento. KLBN11 lidera as perdas, recuando 5,45%, seguida por SUZB3, que cai 5,15%. Os frigoríficos JBSS3 e MRFG3 recuam, respectivamente, 3,72% e 3,34%.

Em Nova York, o Dow Jones sobe 0,22%, o S&P 500 avança 0,27% e a Nasdaq cai 0,3%.



15h50 – Ações da Cogna (COGN3) ampliam ganhos e disparam 20,35%, a R$ 2,78



15h33 – Preços do petróleo desaceleram alta, mas brent continua próximo dos US$ 120

Mais cedo, os preços, que vinham queda, viraram sinal e passaram a subir forte com relatos de uma explosão em planta da Aramco, na Arábia Saudita.

O barril do WTI para entrega em maio avança 0,67%, a US$ 113,10, enquanto o Brent para o mesmo mês sobe 0,63%, a US$ 119,78.



15h31 – Antiga crítica do Bitcoin, Janet Yellen reconhece papel das criptomoedas nas finanças: “Há benefícios”



15h17 – Rússia passa a mover tropas na Georgia e aumenta temor de uma guerra mais ampla, diz TV

A CNN internacional trouxe a informação de um alto funcionário da defesa dos EUA, que viu um “movimento de um certo número de tropas da Geórgia”. A fonte afirmou que o Pentágono não poderia fornecer um número de quantas tropas Moscou estava movendo.

“Agora temos indicações de que eles estão recorrendo a forças da Geórgia à Ucrânia”, disse, aumentando o temor de que a Rússia envolva mais países em sua guerra contra a Ucrânia. Por enquanto, nem mesmo a Bielorrússia, um aliado de primeira hora de Moscou, aderiu formalmente ao conflito.

Vale ressaltar que tropas russas estão estacionadas na Geórgia desde que, em 2008, a Rússia invadiu o país que fica ao sudeste do Mar Negro.



15h05 – Light (LIGT3): Investimentos em 2022 seguem focados em blindagem de rede, diz CEO

Nonato Castro, CEO da Light (LIGT3), disse há pouco em teleconferência que os investimentos da companhia “continuarão em ritmo forte em 2022, com foco na modernização de equipamentos, blindagem de rede e capacitação das equipes de campo”.

A Light sofre há anos com ligações clandestinas em sua rede. Para conter o chamado “gato”, a empresa adota sistema blindado de distribuição para prevenir o furto de energia.

A estratégia de blindagem de rede alcançou mais de 40,5 mil normalizações em 2021, sendo 5,8 mil somente no último trimestre do ano.



15h03 – Time For Fun (SHOW3) dispara 22,99%, puxando as altas entre as Small Caps; Oceanpact (OPCT3) perde 13,07% e é a maior queda

Além de T4F, outras altas em destaque são Cogna (COGN3), subindo 16,02%; Westwing (WEST3), com valorização de 9,80%; Boa Vista (BOAS3), com alta de 9,16%; e Tenda (TEND3), avançando 8,44%.

Entre as principais baixas, além de Oceanpact, também estão Multilaser (MLAS3), em queda de 10,17%; Tecnisa (TCSA3) recua 7,00%; Enjoei (ENJU3) cai 6,38%; e Enauta (ENAT3), operando em baixa de 4,88%.

O índice de Small Caps (SMLL) sobe 1,62%. Dos 137 componentes, 41 caem em relação ao dia anterior. Na semana, o índice acumula, até aqui, alta de 7,38%.



14h49 – Após IPCA-15, Credit Suisse eleva projeção para Selic ao final de 2022 para 14%

As expectativas anteriores do Credit Suisse eram de alta de 100bps em maio e 50bps em junho. Agora, espera 100bps em maio, 75bps em junho e 50bps em agosto, elevando a taxa Selic para 14% no final do ano.

A principal causa é a inflação. O IPCA-15 foi de 0,95% no mês de março, acima da projeção do Credit Suisse de 0,91% e acima da projeção mediana do mercado de 0,85%. “A forte surpresa na inflação foi o fato de ela estar generalizada entre os grupos, com exceção dos serviços. Na comparação anual, a inflação do IPCA-15 permaneceu estável em 10,8% entre fevereiro e março, muito acima do limite superior da meta de inflação do Banco Central de 5,0% em 2022″.

“Apesar da forte indicação do BC de pretender aumentar apenas mais uma vez em 100bps em maio, acreditamos que a autoridade monetária precisará revisar seu cenário para inflação e juros Selic, provavelmente tendo que aumentar as taxas nominais para compensar o aumento esperado à inflação nos próximos meses”, diz.



17h47 – Light (LIGT3): revisão tarifária trará resultado de R$ 770 milhões para EBITDA e caixa da distribuidora de R$ 770 milhões

Na apresentação a analistas de mercado dos resultados do 4T21 e do 2021, a Light (LIGT3) informou que, com a revisão, a soma da Parcela B, das Receitas Irrecuperáveis e de Perdas, trarão um resultado positivo para o Ebidta e para o caixa da distribuidora de aproximadamente R$770 milhões, sendo R$ 542 milhões só em 2022.

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou no último dia 15 a Revisão Tarifária Periódica de 2022 da empresa. A revisão, cujo resultado para o consumidor residencial é de 15,41%, começou a vigorar no dia da aprovação.

A revisão tarifária periódica é um direito da distribuidora pelo contrato de concessão. A Light é responsável pela distribuição de energia elétrica a cerca de 4,5 milhões de unidades em 37 munícipios do estado do Rio de Janeiro.



14h26 – Bolsas europeias fecham semana sem direção única; sexta encerra com altas sem muita amplitude

Guerra entre Ucrânia e Rússia não apresenta novidades nem no campo militar, nem no diplomático, mas movimento dos países da União Europeia e dos EUA por um pacto energético, para acabar com a dependência da energia russa, foi visto como positivo.

  • Stoxx 600: +0,10% (semana = -0,23%)
  • DAX (Frankfurt): +0,22% (semana = -0,74%)
  • FTSE 100 (Londres): +0,21% (semana = +1,06%)
  • CAC 40 (Paris): -0,03% (semana = -1,01%)
  • IBEX 35 (Madri): +0,31% (semana = -1,03%)
  • FTSE MIB (Milão): +0,64% (semana = +1,39%)
  • MOEX (Moscou): -3,66% (semana = +0,55% – só operou dois dias e em horário reduzido)


14h21 – Lula diz que não fará privatizações de Eletrobras (ELET3;ELET6) e Correios se for eleito

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira que, se for eleito, não permitirá a privatização de estatais como a Petrobras (PETR4), Eletrobras, Correios e Banco do Brasil (BBAS3).

Em um evento organizado pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, em Santo André (SP), Lula afirmou que quer ser eleito porque “precisamos retomar a Petrobras, precisamos não deixar privatizar a Eletrobras, os Correios, o Banco do Brasil”.



14h15 – Após números do 4T21, Bradesco BBI mantém classificação neutra para Oceanpact (OPCT3), com preço-alvo de R$ 5,50

Segundo o BBI, embora a empresa pareça estar no caminho certo para continuar apresentando crescimento, atualmente prefere nomes com uma ligação mais direta com o momento positivo do preço do petróleo.

A empresa reduziu o guidance para 2022 e o BBI deu como exemplo a nova meta do Ebitda, de R$ 300 milhões a R$ 340 milhões, contra R$ 320 milhões a R$ 380 milhões anteriormente. O guidance de capex combinado para 2021 e 2022 de R$ 1,040 bilhão agora implica um intervalo de capex de R$ 262 milhões a R$ 312 milhões para 2022.

No momento, a ação despenca 13,98%, a R$ 2,82.



14h10 – Vale (VALE3) prevê pico de despesas com eliminação de barragens entre 2024 e 2025

Os desembolsos serão de US$ 500 milhões em cada ano neste período. A Vale tem US$ 3,5 bilhões de provisões no balanço para eliminação das estruturas.

De acordo com a apresentação, as saídas de caixa para o programa vão somar US$ 400 milhões neste ano. A mineradora espera descaracterizar cinco barragens a montante em 2022, chegando ao total de 12 estruturas eliminadas desde 2019 – sendo quatro em Minas Gerais e três no Pará. No ano que vem, as despesas devem somar novamente US$ 400 milhões. (Estadão Conteúdo)



14h04 – Sem apresentar guidance, Tecnisa (TCSA3) afirma seguir estruturada para lançar VGV de R$ 1 bi ao ano; ação cai 8% após balanço



13h45 – Fábrica da Saudi Aramco em Jeddah é atacada por rebeldes do Iêmen; petróleo passa a subir

Grupo radical houthi reivindica o ataque à planta e deve soltar comunicado militar ainda hoje. Até agora, não se sabe se há algum impacto nas exportações de petróleo da Arábia Saudita.

Segundo a Bloomberg, a maior preocupação do ataque de Jeddah é que mostra que os houthis, do Iêmen, têm a capacidade de atingir com precisão e à longa distância as instalações de petróleo na Arábia Saudita.

A agência oficial de imprensa saudita afirmou que outros ataques foram realizados: um projétil caiu em uma estação de distribuição de energia em Samtah, causando um incêndio, sem vítimas; e outro atingiu os tanques da Companhia Nacional de Águas em Dhahran Al-Janoub.

Operando no vermelho de manhã, o petróleo passou a subir com o ataque: o WTI para entrega em maio avança 0,88%, a US$ 113,34, enquanto o Brent para o mesmo mês sobe 1,19%, a US$ 120,45.



13h40 – IPCA-15 e choque de preços pressionam BC a levar a Selic acima de 12,75% mesmo com queda do dólar, avaliam economistas



13h29 – Secretária norte-americana do Tesouro não concorda com sanções à China por conta de eventual apoio à Rússia

Janet Yellen afirmou à CNBC que os EUA devam impor sanções aos asiáticos: “não acho que isso seja necessário ou apropriado”.

“Os altos funcionários do governo (dos EUA) estão conversando em particular com a China para garantir que eles entendam nossa posição”, assegurou. “Ficaríamos muito preocupados se eles fornecessem armas para a Rússia ou tentassem evitar as sanções que aplicamos ao sistema financeiro russo e ao banco central, (mas) não vemos isso acontecendo neste momento”.



13h24 – Joe Biden elogia “coragem ucraniana”, em discurso na Polônia

“Os ucranianos têm muita coragem”, disse o presidente norte-americano, na cidade de Rzeszów, a menos de 80 quilômetros da fronteira com a Ucrânia, a cidade que mais recebe refugiados vindos de Lviv.

“A questão é: quem vai prevalecer? A democracia vai prevalecer e os valores que compartilhamos? Ou as autocracias vão prevalecer? Isso é realmente o que está em jogo”, disse Biden, como noticiado pela CNN Internacional.



HORA DO MERCADO

13h12 – Ibovespa tem leve alta de 0,11%, a 119.155 pontos; brent volta a se aproximar dos US$ 120 com notícia de acidente na Aramco 

Após ultrapassar os 119 mil pontos e abrir com alta, o Ibovespa oscila entre leves perdas e ganhos na sessão desta sexta-feira, em uma sessão de estabilidade para a Petrobras (PETR3;PETR4).

Enquanto isso, as ações da Vale (VALE3) pressionam o índice e caem cerca de 2%, apesar da alta do minério em Dalian. Cabe ressaltar que, na véspera, o Morgan Stanley cortou a recomendação de Vale de compra para neutro, mas elevou o preço-alvo das ADRs negociadas na Bolsa de Nova York (Nyse) de US$ 19 para US$ 22, potencial de alta de 10% sobre o valor atual. Saiba mais assistindo ao RADAR INFOMONEY abaixo:

O Ibovespa chegou a subir mais cedo, beneficiado pela queda nos contratos de juros futuros, ainda que o IPCA-15 tenha avançado 0,95% em março, acima da expectativa do mercado de 0,87%, segundo pesquisa da Reuters com analistas. Apesar do IPCA-15 acima, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, indicou novamente nesta data que o ciclo de alta da Selic deve se encerrar em maio.

Outros fatores ajudavam a curva a ceder nesta sexta-feira, como a queda do petróleo e do dólar. Contudo, cabe destacar que, nesta tarde, o petróleo virou para alta, com a notícia de que uma instalação da Saudi Aramco foi atingida em um ataque, segundo a Reuters, enquanto a Associated Press citou vídeos de um incêndio violento em um depósito de petróleo. O brent para maio subia 0,77%, a US$ 119,96, o barril.

Enquanto isso, o dólar segue renovando mínimas, com a divisa comercial em baixa de 1,49%, a R$ 4,759 na compra e R$ 4,760 na venda.



13h10 – Entre os índices setoriais, Imobiliário (IMOB) tem maior alta, com 2,29%; e Materiais Básicos (IMAT), a maior baixa, com 2,19%

Outros três também sobem: Consumo (ICON), com mais 0,86%; Financeiro (IFNC), alta de 0,83%; e Energia Elétrica (IEE), que avança 0,10%

Outros dois que caem são: Industrial (INDX), com queda de 1,58%; e Utilidade Pública (UTIL), com menos 0,33%.



12h54 – Tecnisa (TCSA3) segue alienação de terrenos não estratégicos em 2022

Fernando Perez, presidente da Tecnisa (TCSA3), disse a analistas de mercado nesta sexta (25), na apresentação dos resultados o 4T21 e de 2021, que o ano de 2022 será “desafiador”.

Segundo o executivo, juros, inflação, pandemia e muita oferta no mercado foram empecilhos de 2021.

“Apesar de 2022 ser um ano desafiador, não há nada que indique facilidade – podemos indicar o conflito na Ucrânia, inflação, juros em alta e eleições. Mesmo assim, esperamos em 2022 sair desse ciclo que tivemos (ano passado)”, afirmou Fernando Perez.

A Tecnisa anunciou como estratégia em 2022 reforço de campanha de marketing, reestruturação de área de vendas e marketing, racionalização das atividades e otimização de processos e continuidade da alienação de terrenos não estratégicos, notadamente fora de São Paulo.



12h47 – Itaú BBA enxerga no 4T21 um “bom trimestre” para a Dimed Panvel (PNVL3)

Os resultados da Panvel ficaram “praticamente em linha” com as estimativas do BBA, com sólido crescimento de receita e expansão sequencial de lucratividade, impulsionada principalmente por outras linhas de negócios, dado que a margem Ebitda do varejo ficou estável no trimestre, “apesar do efeito temporário de um descasamento inflacionário entre receitas e custos que afetaram alguns pares da indústria”.

“Em suma, os resultados foram bons e se destacam no espaço das drogarias”, afirma o BBA, que classifica PNVL3 como outperform, sugerindo preço-alvo de R$ 20,00.

Neste instante, o ativo dispara 5,22%, a R$ 13,90.



12h44 – Ensino híbrido é mais rentável na economia atual, com turmas menores, diz Cogna (COGN3)

Em teleconferência de apresentação de resultados da Cogna, o diretor-presidente do braço Kroton, Roberto Valério, afirmou que o modelo híbrido de ensino, entre presencial e a distância, é “a alternativa perfeita” ao presencial, quando o aluno não pode comprar este modelo, com custos 20% a 30% menores. Valério está assumindo como CEO da Cogna. O curso de enfermagem híbrido, por exemplo, tem 70% de presencialidade, mas com custo menor, afirmou. Ele disse que, quando há muitos alunos por turma, é mais rentável para a empresa ter turmas presenciais. Mas em turmas menores, o híbrido é mais vantajoso para a empresa.

Na média, o híbrido é mais vantajoso na economia atual, marcada por turmas menores, e também mais vantajoso para alunos pelo custo menor e para a empresa, pela rentabilidade maior.



12h37 – Morgan Stanley classifica Ser Educacional (SEER3) como equalweight, com preço-alvo de R$ 11,80

Os resultados do 4T21 divulgados ontem pela Ser foram considerados mistos. Do lado positivo, melhores margens de aquisições e escolas de medicina, impulsionando a expansão de +1,6pp na margem bruta na base anual.

Mas isso foi compensado por maiores despesas com marketing e folha de pagamento, levando a um ajuste de 22%, salienta o MS. Além disso, o lucro líquido ficou abaixo das estimativas, impactado principalmente por maiores despesas com juros.

No momento, SEER3 sobe 2,84%, a R$ 11,95.



12h33 – Acordo tarifário sobre carne bovina entre EUA e Japão pode ser positivo para JBS (JBSS3) e Marfrig (MRFG3), diz Bradesco BBI

EUA e Japão anunciaram acordo que permitirá que agricultores e pecuaristas americanos atenderem à crescente demanda do Japão por carne bovina e reduzir as chances de o Japão impor tarifas mais altas no futuro.

Segundo o BBI, o acordo é “marginalmente positivo” para Marfrig (neutro, preço-alvo de R$ 23,00) e JBS (neutro, preço-alvo de R$ 36,00), empresas que têm ~75% e ~40% de sua receita líquida proveniente de suas divisões na América do Norte.

“Embora a maior parte da produção de carne bovina dos EUA seja vendida no mercado interno (~ 12% do total), esses players podem se beneficiar de poder aumentar ainda mais suas exportações de carne bovina para o Japão, país que responde por ~ 9% do comércio global de carne bovina”, sublinha o BBI.



12h30 – Ibovespa vira para leve queda, com Vale entre as baixas

Índice tinha perdas de 0,14%, a 118.854 pontos, com Vale em baixa de cerca de 2%



12h29 – Em um mês de guerra na Ucrânia, investidor tomou mais risco, influenciado por commodities; dólar perdeu força para moedas emergentes



12h27 – Morgan Stanley classifica Ser Educacional (SEER3) como equal-weight, com preço-alvo de R$ 11,80

Os resultados do 4T21 divulgados ontem pela Ser foram considerados mistos. Do lado positivo, melhores margens de aquisições e escolas de medicina, impulsionando a expansão de +1,6pp na margem bruta na base anual.

Mas isso foi compensado por maiores despesas com marketing e folha de pagamento, levando a um ajuste de 22%, salienta o MS. Além disso, o lucro líquido ficou abaixo das estimativas, impactado principalmente por maiores despesas com juros.

No momento, SEER3 sobe 2,84%, a R$ 11,95.



12h21 – Cogna diz ver aumento de dois dígitos na captação em 2022

Em teleconferência de apresentação de resultados, Rodrigo Galindo, que está de saída do cargo de CEO da Cogna (COGN3), afirmou que a empresa espera aumento de captação de dois dígitos. Ele disse que vê crescimento de 32% na receita da Vasta no primeiro trimestre, com aumento considerável de margem e caixa frente ao ciclo comercial anterior. Na Kroton, diz que há pressão após a reestruturação, mas que o digital está crescendo, o que pode levar a aumento da rentabilidade.



12h16 – Itaú BBA sobre Armac (ARML3): um bom 4T21, com foco daqui em diante na rentabilidade

Segundo a análise, os resultados d 4T21 da Armac foram neutros, com “tendências operacionais robustas, receita e Ebitda em linha com estimativas, embora o capex tenha sido maior do que o previsto”.

A contração trimestral e anual da margem Ebitda ajustado reflete principalmente a incorporação da Bauko, lembra o BBA. “Para 2022, a empresa sinalizou que focará em otimizar o risco-retorno em seus planos de expansão, melhorar a governança e fomentar a inovação”.

O BBA mantém classificação outperform, com preço-alvo de R$ 28,00. No momento, a ação sobe 1,88%, a R$ 18,46.



12h10 – Inadimplência menor impulsiona caixa, diz Cogna (COGN3)

Em teleconferência de apresentação de resultados, Frederico da Cunha, CFO da Cogna, afirmou que a geração de caixa operacional vem se beneficiando da redução da provisão de devedores duvidosos (PDD). Ele disse que, diariamente, a empresa monitora a adimplência, e que, com a melhora, a PDD deve vir mais baixa, recorrentemente. Nos dois primeiros meses de 2022, a empresa vem mantendo adimplência, impulsionado a geração de caixa, afirmou.

De saída do cargo de CEO da Cogna, Rodrigo Galindo, disse que a empresa sofisticou os processos de faturamento, acompanhamento e cobrança de alunos ativos e inativos, com uma política de renovação mais criteriosa e a prática de identificar, rapidamente, o engajamento do aluno, de forma a excluir o aluno da régua de faturamento, garantindo uma adimplência maior.



12h04 – Presidente da Tecnisa (TCSA3) crê no crescimento do coworking

Fernando Perez, presidente da Tecnisa (TCSA3), comentou a analistas de mercado nesta sexta (25), na apresentação dos resultados o 4T21 e de 2021, que identifica que o home office “começou a cansar” e que passou-se “a não ser o melhor para o desenvolvimento profissional”.

Por conta disso, a estratégia da empresa em espaços que conjugasse casa-escritório tem sido agora substituída no desenvolvimento de espaços de coworking, modelo de trabalho de compartilhamento de ambiente.



12h – Cogna (COGN3) vê “alguma oportunidade” de alta na rentabilidade da Kroton e “forte crescimento de receita” em 2022

Em apresentação de resultados da Cogna e de saída do cargo de CEO, Rodrigo Galindo, afirmou que, para a Kroton, a empresa vê “alguma oportunidade” de crescimento na rentabilidade em 2022; alta da captação de alunos no presencial e no EAD; alta na base de alunos, com queda menor do presencial e tendência de crescimento no digital e no híbrido; com potencial de crescimento no KrotonMed.

Para a Vasta em 2022, espera “forte crescimento de receita”; forte crescimento de Ebitda recorrente; forte crescimento de geração de caixa operacional pós Capex; e lançamento de novos produtos.



11h55 – Governo chinês diz que EUA e OTAN “não têm direito nem autoridade para julgar” outros países

“Antes de refletir sobre seus crimes contra os povos em países como Sérvia, Iraque, Afeganistão e Síria, os EUA e a Otan não têm direito nem autoridade para julgar outros”, disse hoje Wang Wenbin, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China.

Lembrando os 23 anos do bombardeio da OTAN na antiga Iugoslávia, completados ontem, Wenbin chamou o conceito de segurança da OTAN de “ultrapassado”, segundo o site chinês Global Times. “Os EUA e a OTAN deveriam estar conversando com a Rússia, não travando uma nova Guerra Fria”.



11h44 – IPCA-15 de março veio acima do esperado, reforça Goldman Sachs; pico da inflação deve ser em abril

Com a marca de 0,95%, diante do consenso de 0,85%, impulsionado por bens industriais, alimentos consumidos em casa e despesas pessoais, o GS sublinha que o preço das passagens aéreas (queda de 7,55%) impediu uma impressão ainda maior da inflação em fevereiro.

O núcleo da inflação também registrou alta e acima do esperado de 0,83% em março, com a medida anual acelerando para 8,76%. A inflação deve permanecer acima de 10% ao longo de todo o primeiro semestre, com pico de 11,5% em abril.

“Espera-se que o recente aumento dos preços do combustível e do gás de cozinha e o provável choque duradouro nos preços das commodities intensifiquem a já elevada pressão de curto prazo sobre a inflação”, lembra o Goldman Sachs.



11h42 – EUA reforça que ainda pode impor mais sanções à Rússia

O governo dos EUA acredita que ainda “retém a capacidade” de impor mais custos não militares à Rússia, como sanções adicionais, de acordo com o conselheiro de segurança da Casa Branca, Jake Sullivan, enquanto a delegação norte-americana embarcava para a Polônia.

“Acreditamos que ainda mantemos a capacidade de impor custos adicionais à Rússia que não são estritamente custos militares. Existem medidas adicionais para apertar os parafusos das sanções e as revisaremos constantemente”, salientou. “As sanções terão cada vez mais o efeito de pressionar e restringir a economia russa e a máquina de guerra russa. E isso prejudicará sua capacidade de desempenhar um papel agressivo no mundo, como têm feito ao longo dos últimos anos”.

Mas o principal foco agora é impedir com que a Rússia “contorne” as sanções já em andamento. Segundo Sullivan, medidas nesse sentido estão em discussão.



11h36 – Ação da Cogna (COGN3) salta mais de 10% com reestruturação dando frutos, mas analistas seguem cautelosos com papel



11h35 – Base de alunos do digital da Kroton, da Cogna (COGN3) cresce, mas tíquete médio cai

Em teleconferência de apresentação de resultados da Cogna, o diretor-presidente do braço Kroton, Roberto Valério, ressaltou que a base de alunos do ensino a distância da Kroton cresceu 15,1% entre o quarto trimestre de 2020 e o mesmo período de 2021 no ensino a distância, a 673 mil, frente a queda de 19,7% no presencial, a 187 mil. Valério assumirá como CEO da Cogna.

O tíquete médio do ensino a distância caiu 1,2%, a R$ 250 do segundo semestre de 2020 para o mesmo período de 2021, enquanto que o do presencial subiu 1,4% na mesma base de comparação, a R$ 781.



11h25 – Para Itaú BBA, todos os olhos se voltam ao 1º semestre de Cogna (COGN3 após balanço; ações disparam

Para a Kroton, segundo o BBA, os resultados do 4T21 não apresentaram grandes surpresas no faturamento, mas o controle rígido de custos e despesas continua gerando melhores margens.

“Agora, todos os olhos devem estar nas expectativas para o 1S22”, diz a análise.

A classificação de COGN3 é market perform, com preço-alvo de R$ 3,00. No momento, as ações sobem 8,66%, a R$ 2,50.



11h21 – Digital deve continuar a crescer, mas ritmo pode cair, diz Ser Educacional (SEER3)

Jânyo Diniz, CEO da companhia, disse acreditar que ajustes no mercado digital são normais após um forte período de crescimento, e que deve haver um período de consolidação do mercado. Ele vê uma tendência de crescimento no digital, mas talvez não tão rápida quanto anteriormente.

O executivo avaliou ainda que, inicialmente, esse mercado era mais focado em pessoas mais velhas, que já tinham uma primeira graduação. Agora, vê mais alunos fazendo uma primeira graduação, assim como alunos que buscam formações pontuais de acordo com as necessidades de sua vida.



11h19 – Multilaser (MLAS3) tem quarto trimestre difícil marcado por uma redução da lucratividade, avalia BBA

O Itaú BBA destaca que a Multilaser apresentou resultados abaixo do esperado para o 4T21. Apesar do sólido crescimento da receita em uma base anual, os resultados registraram fortes contrações nas margens bruta e Ebitda, que ficaram abaixo das expectativas.

O banco reitera avaliação outperform para o papel, com preço-alvo de R$ 14,70.



11h18 – “EUA irão prover a Europa com combustíveis para diminuir dependência russa; preços do petróleo caem

O presidente dos EUA, Joe Biden, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciaram hoje uma força-tarefa conjunta para reduzir a dependência da Europa dos combustíveis fósseis russos e fortalecer a segurança energética no continente.

A força-tarefa, que inclui o setor privado pretende, segundo a Casa Branca, garantir a segurança energética da Ucrânia e da UE para o próximo inverno e o de 2023-2024, diversificando o suprimento de gás natural liquefeito (GNL) em alinhamento com os objetivos climáticos; e reduzindo a demanda por gás natural. A busca preferencial por energia limpa, como a eólica, é uma prioridade.

A Comissão Europeia trabalhará com o objetivo de garantir, até pelo menos 2030, a demanda por aproximadamente 50 bcm/ano de GNL adicional dos EUA.



11h16 – Ser Educacional (SEER3) quer repassar custos sem entrar em “guerra de preços”, diz diretoria

Sobre a queda de 17% no digital, quando descontadas as aquisições, Rodrigo Alves, diretor de relações com investidores da Ser Educacional, afirmou que a empresa vem buscando repassar custos, mas sem entrar em uma guerra de preços, e disse avaliar que a empresa “está indo bem” nesse processo.



11h08 – Tecnisa (TCSA3) reporta um conjunto fraco de números, diz BBA

Os lançamentos anunciados no trimestre começaram bem em termos de vendas, enquanto a geração de caixa voltou a cair em território negativo. Analistas destacam que outras despesas mais pesadas do que o previsto, em contingências mais altas, cancelamentos de contratos de terrenos e cancelamento do lançamento da MontKlabin, fizeram com que o resultado final ficassem aquém das estimativas do banco.

Itaú BBA mantém avaliação market perform para o papel, com preço-alvo de R$ 4,20.



HORA DO MERCADO

11h00 – Ibovespa avança 0,17%, aos 119.258 pontos

O principal índice da bolsa brasileira consegue sustentar sua alta, em um dia marcado pela falta de tendência exata. Nos Estados Unidos, o Dow Jones e o S&P 500 sobem, respectivamente, 0,29% e 0,22%, mas a Nasdaq cai 0,09%.

Investidores mundiais continuam monitorando notícias provindas da Ucrânia e também as novas sinalizações do Federal Reserve. Analistas estão começando a acreditar que o ritmo de alta dos juros na maior economia do mundo pode ser de 0,50 ponto percentual por reunião, ao invés de 0,25 pontos.

Ontem, a publicação de que o número semanal de pedidos de seguro-desemprego ficou em 187 mil, nível mais baixo em décadas, reforçou a perspectiva de que o mercado está super aquecido. Hoje, o treasury yield com vencimento em dez anos chegou a tocar 2,43%, nível mais alto em três anos.

A perspectiva de que o Federal Reserve pode acelerar a alta dos juros, porém, ajuda a enfraquecer o dólar. O DXY recua 0,15%, a 98,64 pontos, e o Real ganha força, mais uma vez, frente a moeda americana, que cai 0,84%, a R$ 4,791 na compra e a R$ 4,792 na venda.

A curva de juros brasileira, com isso, também recua – a despeito de o IPCA-15 de fevereiro ter vindo mais forte do que o esperado. A taxa do DI para janeiro de 2023 recua sete pontos-base, para 12,78%, e a do DI para janeiro de 2025 cai 20 pontos, para 11,51%. Na ponta longa, os DIs para 2027 e 2029 veem seus rendimentos recuarem, respectivamente, 16 e 12 pontos, para 11,39% e 11,55%.

A queda do petróleo, bem como a do dólar, ajuda a tirar pressão dos juros. O barril Brent para maio recua 1,61%, a US$ 117,11, e o WTI para abril cai 1,7%, a US$ 110,34.

Apesar disso, o recuo da commodity pesa sobre as petroleiras brasileiras – as ações ordinárias da PetroRio (PRIO3) têm o posto de maior queda do Ibovespa, recuando 4,25%. As ordinárias da Sabesp (SBSP3), que divulgou balanço trimestral ontem, vem na sequência, caindo 3,62%.

Do lado das altas, as ordinárias Cogna (COGN3), que também publicou seus resultados, avança, 6,06%. Os bons números da companhia auxiliam ainda as ações ordinárias da Yduqs (YDUQ3), também do setor de educação, que sobem 5,36%.



10h49 – Tesouro Direto: taxas de parte dos títulos públicos atrelados à inflação recuam de volta ao patamar de janeiro e pagam até 5,58%

Destaque para os papéis atrelados à inflação, em que os juros reais entregues por alguns títulos voltaram a se aproximar dos patamares vistos em janeiro.

No caso do Tesouro IPCA+ 2026, a remuneração real oferecida era de 5,04%, na primeira atualização de hoje, contra 5,18% na sessão anterior. No dia 3 de janeiro, o juro real entregue pelo papel era de 5,01%.



10h46 – Queda na captação de alunos no digital não preocupa, diz Ser Educacional

Rodrigo Alves, diretor de relação com investidores da Ser Educacional, afirmou que a queda de captação no ensino digital não preocupa a empresa. Ele disse que a companhia espera um ano de crescimento especialmente do ensino híbrido e avaliou que, quando o mercado compete muito com queda de preços, há maior risco de inadimplência e evasão.

A empresa foca em preparar a recém-adquirida Fael para se beneficiar da estrutura da Ser, com foco do mix de cursos em engenharia e saúde, evitando alunos que poderiam ter evasão mais tarde. Ele ressaltou que a Ser tem uma base de 200 mil alunos digitais, e disse que a empresa busca evitar reduzir as margens por alunos.

Jânyo Diniz, CEO da Ser, afirmou que processos de captação focados em redução do tíquete elevam o risco de evasão dos alunos mais tarde, em momentos em que há alta dos preços.



10h45 – Maioria dos setores da bolsa operam em alta na sessão de hoje, com destaque para consumo e imobiliário

O índice ICON avança 1,81%, aos 4.093 pontos, enquanto imobiliário sobe 2,13%, aos 796 pontos.



10h40 – Ações ON da Brisanet (BRIT3) caem 3,24%, R$ 3,58, com resultado abaixo do esperado



10h38 – OTAN já discute plano de contingência para caso a Rússia ataque território de algum membro

No momento, o ponto mais crítico é a fronteira com a Polônia. As forças russas já chegaram a Yavoriv, a 15 quilômetros da fronteira polonesa, e qualquer erro de cálculo pode resultar em destruição no lado polonês, que é membro da OTAN.

Segundo a CNN internacional, o conselheiro de segurança da Casa Branca, Jake Sullivan, disse hoje, no embarque da delegação norte-americana, junto com o presidente Joe Biden, que a Aliança está, sim, fazendo planos de contingência que incluem essa possibilidade de ataque.

Há pouco mais de uma semana, por conta de um ataque perto da fronteira, a OTAN teve que alertar a Rússia de que um ataque a um membro da Aliança geraria um conflito de escala maior.



10h37 – Papéis ON da Light (LIGT3) sobem 0,39%, R$ 10,31, apesar da queda do lucro no quarto trimestre



10h34 – Bolsas americanas abrem mistas nesta sexta-feira

  • Dow Jones avança 0,22%, a 34.782 pontos
  • S&P 500 abre em 0,10%, a 4.524 pontos
  • Nasdaq recua 0,20%, a 14.156  pontos


10h33 – Ser Educacional diz ver espaço para repassar aumento de custos ao tíquete

Em teleconferência para apresentação de resultados, Rodrigo Alves, diretor financeiro e de relação com investidores, afirmou que a empresa acredita que a demanda por ensino híbrido é perene e que vem havendo bons resultados em 2022.

Assim, a empresa avalia que é possível repassar aumentos de custos ao tíquete, ressaltando que já houve alta de 9% para calouros e veteranos. Alves afirmou que o nível de descontos para novos alunos deve ser mantido.



10h32 – Ações ordinárias da Dimed Panvel (PNVL3) sobem 3,94%, R$ 13,73, após bons resultados no quarto trimestre



10h30 – Segundo CEO da Ser Educacional, lucro líquido caiu por conta da aquisição de novos negócios

Em teleconferência de apresentação de resultados, João Aguiar afirmou que o lucro líquido da empresa caiu por conta do aumento da dívida líquida com a aquisição de novos negócios, que levou a queda da margem líquida ajustada de 9,9% no terceiro trimestre de 2020 para 7,9% no mesmo período de 2021.

A Ser Educacional (SEER3) registrou lucro líquido de R$ 3,4 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), o que representa uma redução de 97,1% em relação ao mesmo trimestre de 2020.



10h28 – Ação ordinária da ClearSale (CLSA3) recua 9,08%, R$ 7,31, após resultados abaixo das expectativas



10h25 – Ação ON da Ser Educacional (SEER3) avança 1,98%, R$ 11,85, após divulgar resultados ligeiramente positivos

  • Cogna (COGN3) +7,36%, R$ 2,48
  • Yduqs (YDUQ3) +4,99%, R$ 20,19
  • Ânima (ANIM3) +3,30%, R$ 7,21


10h25 – Turquia avisa que não vai aderir a sanções contra a Rússia

“Em primeiro lugar, não posso deixar meu pessoal congelar no inverno e, em segundo lugar, não posso reiniciar completamente esta nossa indústria”, disse o presidente turco Recep Tayyip Erdoğan, na volta da reunião de cúpula da OTAN, ocorrida ontem em Bruxelas.

“Em termos de sanções, estamos estudando algumas diretrizes da ONU, mas não podemos esquecer que não podemos deixar de lado nossas relações com a Rússia. Cerca de metade do gás natural que usamos vem da Rússia. Além disso, estamos construindo nossa usina nuclear de Akkuyu com a Rússia. Não podemos ignorar isso. Quando eu disse isso ao [presidente francês Emmanuel] Macron, até ele disse que estou certo”, contou o líder turco.

Em contrapartida, Erdoğan lembrou que seu governo está auxiliando a Ucrânia com apoios humanitários e tentando costurar um acordo de paz com os russos



10h22 – Ibovespa avança 0,30%, aos 119.407 pontos

Entre as principais altas, estão os papéis da Cogna (COGN3), que divulgou resultado trimestral ontem, da Ydqus (YDUQ3), que surfa com as perspectivas melhores para o setor de educação trazidas no balanço da primeira, e da Azul (AZUL4), beneficiada pela leve queda do petróleo.

Entre as baixas, a PetroRio (PRIO3) é impactada, justamente, pela queda do barril de petróleo, caindo 3,72%. A Sabesp (SBSP3), que divulgou seu balanço também ontem, cai 3,99%.



10h17 – Ações ordinárias ordinárias da Sabesp (SBSP3) recuam 3,10%, R$ 44,72, após resultados operacionais fracos



10h13 – Os papéis ON da Cogna (COGN3) lideram os ganhos do Ibovespa, saltando 8,23%, R$ 2,50, após queda no prejuízo e reestruturação rendendo frutos



10h11 – Gazprom tenta contornar sanções norte-americanas, tentando receber da Índia em euro

A Gazprom, mais empresa de energia da Rússia, pediu à estatal indiana GAIL que pague as importações de gás em euros em vez de dólares, disseram duas fontes da Reuters, que lembra que a GAIL tem um acordo de importação de gás de longo prazo com a Gazprom Singapore para comprar anualmente 2,5 milhões de toneladas de gás natural liquefeito.

A GAIL, que importa e distribui gás, também opera a maior rede de gasodutos da Índia. “A GAIL não vê nenhum problema em liquidar o pagamento em euros”, disse uma das fontes.

Mais cedo, Vladimir Putin, presidente da Rússia, solicitou à empresa que recebesse em rublos, com o Kremlin auxiliando na logística de pagamento e entrega dos produtos de energia.



10h10 – Ações ON e PN da Petrobras (PETR3;PETR4) caem, respectivamente, 0,37%, R$ 34,84, e 0,59%, R$ 32,23, acompanhando novo recuo do petróleo no mercado internacional



10h08 – Brisanet (BRIT3) tem Ebitda mais fraco que o esperado, com forte compressão de margem, diz BBI

Analistas do banco acreditam que o mercado deve considerar os resultados como negativos, tendo em vista a contração sequencial do Ebitda e as adições líquidas ainda fracas. As taxas de adesão ainda não subiram nos próximos trimestres, o que, na visão opinião do banco, aumenta os riscos de execução.

Em números de consenso, a Brisanet está negociando em 5,0x o lucro para 2022, o que não parece caro, mas o mercado ainda pode exigir evidências mais fortes de entrega de seus planos de crescimento/rentabilidade para que uma reclassificação se materialize.

Bradesco BBI mantém avaliação outperform para o papel, com preço-alvo de R$ 17.



10h06 – Petrobras (PETR3;PETR3): UBS-BB vê riscos limitados para escassez estrutural de combustível no país

A mídia e as associações começaram a relatar possíveis preocupações de escassez de combustíveis no Brasil, em parte por conta do que parece ser uma falta de capacidade da Petrobras de atender toda a cota de fornecimento solicitada pelas distribuidoras de combustíveis, de forma semelhante ao que aconteceu em outubro.

A oferta global de diesel tornou-se significativamente apertada devido à redução das exportações da Rússia, levantando preocupações sobre quais países poderiam vir a preencher essa lacuna. Depois de reajustes de preços de combustível da Petrobras, analistas do banco acreditam que os riscos de uma escassez generalizada são pequenos e que distribuidoras passem, em breve, a importar esses produtos.

No entanto, o risco na disponibilidade global pode se tornar uma preocupação se a situação piorar ainda mais, embora esperem que avanços sejam feitos no sentido da normalização. Além disso, a oferta restrita na Europa pode pressionar os preços para cima e exigir aumentos adicionais de preços no mercado interno.

UBS-BB reitera recomendação de compra para a estatal, com preço-alvo de R$ 44.



10h05 – Ação ON da Vale (VALE3) abre com leve alta de 1,23%, R$ 98,10, com valorização do minério de ferro na China



10h05 – Ibovespa abre em alta preliminar de 0,23%, aos 119.320 pontos



9h59 – Mudanças na alta administração da Stone ([ativo=STCO31]) são bem-vindas, avalia BBI

O Bradesco BBI acredita que as mudanças são esforços na direção certa, considerando o ambiente bastante desafiador de rentabilidade que a empresa atravessa.

A Stone anunciou a renúncia do cofundador e ex-CEO da empresa, Eduardo Pontes, que será substituído por Conrado Engel, conselheiro sênior da General Atlantic e ex-CEO do HSBC Brasil. Pedro Zinner, CEO da Eneva, também assumirá um cargo no conselho da empresa. Ali Mazanderani e Thomas Patterson também estão deixando o conselho de Stone.



9h56 – Ambev (ABEV3): Morgan Stantley mantém avaliação underweight para ação devido a preços de alumínio ainda mais altos

A equipe de Commodities do banco espera que o preço do alumínio aumente 47% em 2022 em relação já a uma comparação difícil. Analistas sinalizam o potencial de preços de alumínio estruturalmente mais altos como um dos principais desafios para a indústria brasileira de cerveja e um dos principais pilares da premissa de que as margens da Ambev podem ser estruturalmente menores no longo prazo.

Eles lembram que as latas de alumínio representam cerca de 45% do custo do produto vendido (CPV) variável da Ambev em Cerveja Brasil (provavelmente ainda mais representativo em 2022). No atual cenário de custos inflacionados, a precificação de linha de frente é ainda mais importante, na opinião do banco, enquanto a Ambev parece permanecer mais tática em preços e focada em volumes.



9h51 – Ibovespa futuro opera entre leves perdas e ganhos, com investidores de olho em IPCA-15 e no cenário externo; dólar volta a cair



9h49 – Guedes vai a Paris e Madri para encontros com OCDE e investidores

O ministro da Economia viaja neste fim de semana para França e Espanha, informa o Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira. Conforme o Estadão Conteúdo, Guedes vai aos dois países da Europa para “vender” o plano econômico do governo, defender ações de meio ambiente realizadas no País e buscar, assim, atrair mais capital estrangeiro.

Na agenda, compromissos na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e com investidores e empresários. O período da viagem do ministro vai de 26 de março a 1º de abril. (Estadão Conteúdo)

Paulo Guedes
(Foto: Edu Andrade/ASCOM/Ministério da Economia) Paulo Guedes, ministro da Economia


09h43 – Oceanpact (OPCT3) supera as expectativas para 2021, mas reduz projeções para 2022, diz BBA

A OceanPact reportou Ebitda ajustado de R$ 74 milhões acima das estimativas do Itaú BBA e também superou seu guidance para o ano. Por outro lado, a empresa revisou para baixo seu guidance de Ebitda para 2022 devido a fatores externos.

Segundo analistas, a revisão para baixo pode ser explicada principalmente pela incorporação de uma inflação mais alta na projeção da empresa e atraso no início da operação de seus próprios ROVs.

O banco mantém classificação outperform para o papel, e preço-alvo de R$ 9 frente a cotação de quinta-feira (24) de R$ 3,29.



9h39 – Cogna (COGN3) registra melhoria sequencial, mas ainda abaixo dos níveis históricos, pontua Credit Suisse

Analistas comentaram que a Cogna reportou resultados no 4T21 com receita líquida e EBITDA acima das expectativas, mas ainda abaixo dos números históricos. As comparações anuais são limitadas, dada a reviravolta e a limpeza do BS em 2020 e o desinvestimento do Sabre durante 2021 (escolas K-12). A empresa reportou menos ajustes não recorrentes em 2021.

Por fim, analistas do banco suíço acreditam que a Cogna está melhorando sua gestão de caixa e lucratividade, apesar de ter que lidar com uma base de alunos de OC historicamente baixa. Dessa forma, o banco permanece cauteloso, pois a empresa precisará de admissão, evasão e consistência de tickets por muitos trimestres para recuperar adequadamente a escala.

Credit Suisse reitera avaliação underperform para Cogna, com preço-alvo de R$ 2,30.



9h35 – Veja os principais resultados da Pesquisa Ipespe de avaliação presidencial e Eleições 2022

Avaliação do governo Bolsonaro

Intenção espontânea de voto presidência

Cenário de segundo turno da eleição presidencial

Pesquisa segundo turno

A Pesquisa IPESPE foi realizada no período de 21 a 23 de março, com 1.000 entrevistados e conta com margem de erro de 3,2 pontos porcentuais para baixo ou para cima, e um intervalo de confiança de 95,5%.



9h26 – ClearSale (CLSA3) têm resultados abaixo do esperado no 4T21; Itaú BBA coloca papel em revisão

A ClearSale reportou resultados mais fracos do que o esperado no 4T21 de cima para baixo, com P&L e margens afetadas negativamente por descontos maiores, maiores estornos e custos mais altos relacionados à migração para a nuvem.

As despesas gerais e administrativas também ficaram acima do esperado, devido a um impacto mais forte das opções de ações e provisões de participação nos lucros. O faturamento em 2021 estava relativamente alinhado com as estimativas no momento do IPO, mas margens significativamente mais baixas representam um risco negativo para nossas estimativas. Assim, o Itaú BBA colocou o rating e valor justo para ClearSale sob revisão por enquanto.

Leia também:



9h23 – Brisanet (BRIT3): encerra 2021 em linha com nossas projeções do BBA

O Itaú BBA comentou que a empresa registrou receita líquida de R$ 729 milhões (projeção de R$ 721 milhões) e Ebitda de R$ 235 milhões (projeção de R$ 237 milhões).

O Ebitda caiu 2% no trimestre, com margens pressionadas, que ficaram em 32% (contra 35% no 3T21). O desempenho da margem no 4T21 foi atribuído ao aumento do quadro de funcionários, expansão geográfica, acordo sindical e aumento dos preços de energia e combustíveis.

Em resposta à pressão de margem reportada, a empresa anunciou um plano de ação para 2022 focado em monetização de cidades com baixa ocupação; implementação de iniciativas de redução do churn; aumentos seletivos de passagens; e redução do CAC.

Itaú BBA mantém classificação market perform para o papel, e preço-alvo de R$ 6 frente a cotação de quinta-feira (24) de R$ 3,70.

Leia também:



9h19 – Boa Vista (BOAS3) reporta resultados fortes, conforme esperado pelo Itaú BBA

O banco avalia que a Boa Vista reportou fortes resultados operacionais, como esperado, com aumento de receita e Ebitda ajustado em cerca de 20% A/A. O lucro líquido cresceu mais rapidamente, com forte geração de caixa. De forma menos positiva, mas sem impacto relevante nos resultados, a empresa registou uma imparidade do ativo Acordo Certo. Em uma base líquida, os resultados devem ser um bom presságio para as ações.

Itaú BBA mantém classificação outperform para Boa Vista, e preço-alvo de R$ 7 frente a cotação de quinta-feira (24) de R$ 6,88.

Leia também:



9h15 – Forças ucranianas avançam a leste de Kiev e russos recuam

Tropas ucranianas estão recapturando cidades a leste de Kiev e forças russas que tentavam tomar a capital estão recorrendo a linhas de abastecimento sobrecarregadas, disse o Reino Unido nesta sexta-feira, uma das indicações mais fortes até agora de uma mudança de ímpeto na guerra.

O prefeito de um município a leste de Kiev disse que as tropas ucranianas recapturaram uma vila próxima e milhares de civis estavam deixando a área, respondendo a um chamado das autoridades para sair do caminho do contra-ataque. Um mês depois da invasão, as tropas russas não conseguiram capturar nenhuma grande cidade ucraniana. (Reuters)

Ucranianos cruzam caminho improvisado ao longo de uma ponte destruída, enquanto moradores continuam a fugir durante a invasão da Rússia à Ucrânia. (Foto de Andriy Dubchak via Getty Images)


9h10 – Armac (ARML3) tem lucro líquido ajustado de R$ 25,9 mi no 4º tri de 2021, alta de 263%



9h07 – OceanPact (OPCT3) tem prejuízo 145% maior no quarto trimestre de 2021, com perdas de R$ 14,5 mi



9h03 – Ibovespa futuro abre em queda de 0,29%, aos 119.663 pontos

Dólar futuro recua 0,26%, a R$ 4,824. Dólar comercial cai 0,37%, a R$ 4,813 na compra e a R$ 4,814 na venda.

Curva de juros tem tendência majoritariamente de queda. DI para janeiro de 2023 vê seu rendimento cair três pontos-base, para 12,82%. Rendimento do DI para 2025 cai sete pontos, para 11,64%. Na ponta longa, as taxas do DI para 2027 recuam três pontos, para 11,52%. A taxa do DI para 2029 sobe um ponto, para 11,69%.



9h01 – IPCA-15 tem variação mensal de 0,95% em março, diz IBGE, ante consenso de alta de 0,87%

Segundo o instituto, essa é a maior variação para um mês de março desde 2015. No ano, IPCA-15 tem variação anual de 10,79%, ante consenso de 10,69%.

IPCA 15 Marco de 2022. Fonte: IBGE


9h00 – Sabesp (SBSP3) registra resultados operacionais negativos, aponta Credit Suisse

O banco comentou que os números operacionais ajustados da Sabesp ficaram abaixo das expectativas (e negativos anualmente), principalmente devido à maior pressão geral de custos (impulsionada pela inadimplência e maiores custos gerenciáveis) além de um desempenho inferior ao esperado, derivado de volumes menores.

Os resultados anuais foram favorecidos pelo aumento tarifário e melhor mix de consumo, mas não foram suficientes para compensar o aumento de custos. Analistas continuam acreditando que os principais gatilhos para a empresa continuam sendo as notícias da privatização e a aplicação da nova estrutura tarifária.

O banco mantém classificação outperform para Sabesp, e preço-alvo de R$ 56,60 frente a cotação de quinta-feira (24) de R$ 46,15.



8h55 – Ser Educacional (SEER3) apresenta resultados ligeiramente positivos no 4T21, diz XP

Os destaques positivos foram o crescimento da base de alunos digital com ticket médio e margem Ebitda estáveis mesmo considerando o retorno das atividades presenciais.

Além disso, a empresa apresentou a prévia de captação para o 1º semestre de 2022 com uma recuperação bem-vinda nos números do segmento presencial. Na visão da XP, o resultado pode dar mais confiança ao mercado em relação ao setor.

A XP mantém recomendação neutra para o papel, com preço-alvo de R$ 17.



8h50 – T4F (SHOW3) reduz prejuízo em 65% no 4º tri de 2021, a R$ 19,7 milhões; receita líquida salta 10 vezes



8h47 – Cogna (COGN3): “resultados estão melhorando”, diz Morgan Stanley

O banco americano destaca que as margens da Cogna estão melhorando mais do que o esperado, uma vez que as despesas gerais e administrativas melhoram após a reestruturação do ano passado.

No entanto, a receita ainda está em queda devido à migração para EAD e o lucro por ação (EPS, na sigla em inglês) continua pressionado pelos custos financeiros.

Morgan Stanley permanece underweight no nome, com preço-alvo de R$ 2,30.



8h41 – Enjoei (ENJU3) faz progresso estratégico, mas perde lucratividade acima do esperado pelo BBI

Embora as perdas de Ebitda e lucro líquido tenham sido ligeiramente maiores do que esperado, analistas não acreditam que os números trazem quaisquer aspectos negativos incrementais. Isso porque 2021 foi um ano em que a Enjoei teve que fazer mudanças significativas em sua estratégia diante de grandes aumentos no CAC.

Para analistas, será importante ver como o crescimento evoluiu no 1T22 para ver se taxas de take mais altas afetarão negativamente o crescimento. Isso cria alguma incerteza no curto prazo, mas acreditam que a Enjoei começa 2022 em melhor forma, com logística mais eficiente, maiores pontuações “Reclame Aqui” e uma base maior de vendedores “pesados”, que são mais rentáveis.

O banco mantém classificação outperform para Enjoei, mas reduz preço-alvo de R$ 8 para R$ 7.



8h37 – Dimed Panvel (PNVL3) têm bons resultados, em linha com as expectativas do BBI

Analistas do Bradesco BBI destacam que o Ebitda cresceu 15% A/A com um leve ganho de margem de 0,1 pp para 5,1%, apesar da pressão inflacionária nas despesas das lojas. Já a margem bruta melhorou 0,8pp A/A (em linha com BBI), dada a mudança no mix de produtos no varejo e a reorganização estratégica da logística no atacado.

Eles também esperam adições líquidas maiores em 2022 com 65 novas lojas e oito fechamentos.

O banco mantém classificação outperform para o papel, e preço-alvo de R$ 20 frente a cotação de quinta-feira (24) de R$ 13,21.

Leia também:



8h31 – Cogna (COGN3): XP avalia que restruturação está rendendo frutos; Vasta é o destaque positivo

Analistas da XP comentaram que a Cogna apresentou resultados ligeiramente positivos no quarto trimestre de 2021, com receitas caindo 5,6% ao ano, mas em linha com a estimativa, margem Ebitda ajustada em 27,3%, também em linha, e prejuízo líquido ajustado de R$ 75M, abaixo da estimativa de R$ 105 milhões.

O destaque positivo foi a Vasta, com receitas crescendo 16% na base anual e indicando um aumento de 32% ao ano nas receitas do 1T22. O desempenho da receita da Kroton foi decepcionante, como esperado, mas a recuperação da margem Ebitda ajustada com o processo de reestruturação é uma boa notícia e, ao ver da XP, mostra um cenário mais construtivo para a empresa daqui para frente.

Independentemente dos resultados do 4T21, a corretora reitera sua visão neutra sobre as ações devido à incerteza ainda elevada em relação aos lucros de curto prazo.



8h21 – Light (LIGT3) registra lucro de R$ 72,5 milhões no quarto trimestre de 2021, queda de 83,3%



8h10 – Multilaser (MLAS3) registra lucro de R$ 153,1 milhões no 4º tri, queda de 7,4% na base anual



7h56 – Sabesp (SBSP3) registra lucro de R$ 567,5 mi no 4º trimestre, queda de 31,7% na base anual 



7h42 – Cogna (COGN3) reduz prejuízo ajustado em 87,3% no 4º trimestre, para R$ 74,945 milhões



7h40 – Agenda do dia: IPCA-15, confiança do consumidor americano e teleconferências

Na agenda do dia desta sexta-feira, é destaque, entre a publicação de dados macroeconômicos, a publicação do IPCA-15 de março pelo IBGE, marcada para às 9h. Às 9h30, o Ministério da Economia publica também o fluxo cambial semanal. Nos Estados Unidos, às 11h, a Universidade de Michigan publica seus índices de confiança do consumidor e de condições de negócios de março.

Na política, o presidente da República Jair Bolsonaro e o ministro da Economia Paulo Guedes participam de evento do programa “Renda e Oportunidade” às 10h. Olho ainda, nos Estados Unidos, para os discursos dos diretores do Federal Reserve marcados para as 11h e para as 12h30.

No âmbito corporativo, Ser Educacional (SEER3), Cogna (COGN3), Light (LIGT3), Enjoei (ENJU3) e Locaweb (LWSA3) fazem suas teleconferências, respectivamente, às 10h, às 11h, às 14h e às 15h.



7h34 – Criptos hoje: Bitcoin sustenta alta após Rússia sugerir exportações com BTC; altcoins acompanham e mercado ganha US$ 77 bi



7h33 – Futuros americanos têm leve tendência de alta

Os índices futuros dos EUA pouco mudaram nesta manhã de sexta-feira (25), após uma sessão de recuperação em Wall Street, à medida que a queda nas reivindicações de seguro-desemprego aumentou a confiança na recuperação econômica dos EUA em meio a ventos contrários, como a guerra e a taxa de juros mais alta.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), + 0,06%
  • S&P 500 Futuro (EUA), + 0,06%
  • Nasdaq Futuro (EUA), + 0,01%


7h28 – Europa opera sem tendência exata, mas majoritariamente em alta

Os mercados europeus operam perto da estabilidade à medida que os investidores seguem atentos aos desdobramentos da guerra Rússia-Ucrânia e da política monetária mundial.

Por lá, há a repercussão também da divulgação de alguns dados macroeconômicos: o Reino Unido, mais cedo, divulgou que suas vendas no varejo em fevereiro recuaram 0,3%, ante consenso de alta de 0,6%; na Espanha, o PIB do quarto trimestre cresceu 2,2%, ante consenso de 2%; na Alemanha, o índice Ifo de clima de negócios de março teve leitura de 97, ante 96,5 do consenso.

  • FTSE 100 (Reino Unido), – 0,02%
  • DAX (Alemanha), + 0,30%
  • CAC 40 (França), + 0,26%
  • FTSE MIB (Itália), + 0,05%


 7h15 – Bolsas asiáticas fecham sem direção exata, com mais um dia de pressão das companhias de tecnologia na China

Enquanto os índices do Japão e da Coreia conseguiram se manter no verde, os papéis de Hong Kong e China registraram quedas consideráveis. Destaque negativo, mais uma vez, para a performance das companhias de tecnologia destes dois países, que pesaram sobre as bolsas, estendendo as perdas que começaram ontem, após a Tencent reportar um resultado que trouxe receita crescendo, mas desacelerando em nível recorde.

  • Shanghai SE (China), + 0,14%
  • Nikkei (Japão), – 1,17%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), – 2,47%
  • Kospi (Coreia do Sul), + 0,01%


Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.



Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original