Hyundai vai parar de fabricar motor a combustão e focar em elétricos

Hyundai vai parar de fabricar motor a combustão e focar em elétricos


Citando uma fonte interna da indústria, o jornal The Korea Economic Daily anunciou, na semana passada, que a Hyundai Motor Co, a maior montadora da Coreia do Sul, vai parar de fabricar motores de combustão interna. Os esforços do centro de pesquisa e desenvolvimento da fabricante, localizado em Namyang, serão concentrados agora apenas no desenvolvimento de carros elétricos.

Com cerca de 12 mil pesquisadores, a equipe de P&D de motores da Hyundai foi criada em 1983 pelo falecido fundador do grupo, Chung Ju-yung, avô de Chung Euisun, atual presidente da empresa. A ideia do patriarca era que a empresa fabricasse o seu próprio motor, o que foi conseguido somente em 1991, com o lançamento do Alpha, logo seguido pelo Beta, o Theta e os atuais modelos Nu.

De acordo com a publicação sul-coreana, o recém-nomeado chefe de P&D, Park Chung-kook, divulgou um e-mail para os funcionários da divisão, afirmando que “agora, é inevitável converter em eletrificação”. Reconhecendo que o desenvolvimento de um motor próprio foi uma grande conquista, o executivo afirma que é “com base no grande ativo do passado” que a empresa deverá mudar o sistema para o desenvolvimento de futuras inovações.

O futuro da Hyundai

Ioniq 5 (Fonte: Hyundai/Divulgação.)Fonte:  Hyundai 

Na correspondência corporativa, Park esclarece que os pesquisadores lotados atualmente na unidade de projeto de motores serão absorvidos pelo centro de projeto de eletrificação, no desenvolvimento do trem de força do veículo elétrico, que será transformado em um centro de testes de eletrificação, separado do centro de desenvolvimento do desempenho de eletrificação.

Após uma longa resistência em embarcar na produção de carros elétricos, a Hyundai parece querer “tirar o atraso”. Por isso, Park destaca que a “tarefa imediata é desenvolver veículos inovadores que possam dominar o mercado futuro”.

Os atuais investimentos da montadora em células de hidrogênio passarão a coexistir com os projetos de veículos elétricos a bateria, impulsionados pelo recente sucesso do crossover Ioniq 5.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original