Diário do Alto Vale | Vereadores renunciam cargos na Mesa Diretora

Diário do Alto Vale | Vereadores renunciam cargos na Mesa Diretora


Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Nesta quarta-feira(12), os quatro vereadores membros da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Rio do Sul, anunciaram a renúncia de suas funções na Mesa. Uma nova eleição para eleger novos integrantes deve ser realizada na próxima segunda-feira (17).

A partir desse ano, Marcos Zanis (presidente), Danielle Zanella (vice-presidente), Pastor Thyago Melo (1º secretário) e Nilso Crespi (2º secretário) devem manter apenas suas responsabilidades como vereadores.

A reportagem entrou em contato com os vereadores para obter um posicionamento sobre a decisão anunciada e segundo assessoria de Nilso Crespi, trata-se do cumprimento de um acordo feito no ano passado, ou seja, no final do primeiro ano a Mesa renunciaria e abriria espaço para uma nova mesa diretora. “É só o cumprimento do acordo para que os outros vereadores também possam fazer parte da mesa diretora, como provavelmente será feito nos próximos anos”.

O pastor Thyago confirmou a explicação de Nilso e disse que “essa decisão tinha sido combinada entre os vereadores para haver renovação da mesa e outros vereadores tenham oportunidade de exercer uma função na Mesa”.

A renúncia foi oficializada na manhã desta quarta-feira e o vereador mais velho da atual legislatura, Eroni Francisco da Silva, convocou uma eleição para os novos cargos, que será realizada no dia 17 de janeiro, às 9h30. Até lá, ele ocupará o cargo mais alto do legislativo municipal.

A sessão de escolha da nova Mesa Diretora será feita da seguinte forma, o vereador que tiver interesse em ser presidente colocará seu nome à disposição, e todos os dez vereadores votarão, de forma nominal, para o cargo. Depois, o mesmo processo será feito para o cargo de vice-presidente, primeiro e segundo secretários.

Se houver apenas um concorrente ao posto, a escolha será feita sem necessidade de votação. A nova Mesa Diretora administrará os trabalhos da Câmara até 31 de dezembro deste ano.

A sessão extraordinária acontecerá também dia 17 de janeiro, às 10h e há duas matérias em pauta, ambas para votação única. Trata-se de um projeto de lei ordinária do Executivo, que concede revisão geral anual das remunerações dos servidores públicos e empregados públicos do município, das fundações públicas municipais; e também um projeto de lei complementar que altera a lei complementar, que consolida a legislação municipal relativa ao estatuto dos servidores públicos municipais de Rio do Sul.


Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original