Diário do Alto Vale | Mais de 2.300 pessoas passaram pelo Festival da Cerveja

Diário do Alto Vale | Mais de 2.300 pessoas passaram pelo Festival da Cerveja


Reportagem: Helena Marquardt/DAV

A terceira edição do Festival Riosulense da Cerveja, que aconteceu nos dias 12 e 13 de novembro, foi considerada um sucesso pela organização, que divulgou nesta quarta-feira (17) um balanço do público. Ao todo mais de 2.300 pessoas passaram pelo Centro de Eventos Hermann Purnhagen nos dois dias do evento realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) em parceria com a Prefeitura de Rio do Sul.

No local o público pode experimentar mais de 120 tipos de cervejas e se deliciar com várias opções gastronômicas disponíveis nos foods trucks espalhados pelos pavilhões 1 e 2. As 32 horas de apresentações musicais também foram outro atrativo a parte do Festival que movimentou a economia de toda a região.

Para a gestora da CDL, Bruna Suzana Schlemper, o objetivo do evento era justamente contribuir com o desenvolvimento da cidade e ele foi alcançado. “Através do Festival buscamos atrair público para a cidade, fazer com que as pessoas fiquem aqui ao invés de procurarem outras regiões, que deixem o seu dinheiro aqui e contribuam com a economia local. Em nossa avaliação o balanço foi extremamente positivo já que pudemos fazer um evento para toda a família e que ainda incentiva o desenvolvimento de Rio do Sul”, comentou.

Ela disse ainda que ao todo foram mais de 20 cervejarias participando. Algumas de outras cidades e até estados, mas destaca que os estabelecimentos da região também encontraram no evento uma ótima oportunidade de divulgar seus produtos. “Além de venderem os seus produtos durante o Festival, o evento deve trazer resultados positivos para as cervejarias locais e microcervejarias já que todos puderam divulgar sua marca, o que incentiva  que as pessoas conheçam os produtos feitos na região”.

Entretenimento com segurança

Uma das principais preocupações da organização foi realizar um evento seguindo rigorosamente todas as regras estabelecidas nos decretos estaduais que estão em vigor atualmente para garantir a segurança de todos que trabalharam ou prestigiaram o Festival. Para acessar os pavilhões o público teve que apresentar comprovante de vacinação ou fazer na hora o teste de covid. Nesta edição também foram utilizados os pavilhões 1 e 2 do Centro de Eventos para garantir mais espaçamento entre os participantes.


Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original