Diário do Alto Vale | Hidrelétrica será implantada no Alto Vale

Diário do Alto Vale | Hidrelétrica será implantada no Alto Vale


Reportagem: Rafaela Correa/DAV

Em reunião com autoridades do município de Santa Terezinha, no Alto Vale, foi anunciada a liberação da licença ambiental para instalação do projeto da Hidrelétrica Salto, no Rio Itajaí do Norte. As obras do empreendimento milionário, no valor de aproximadamente R$40 milhões, devem iniciar a partir de janeiro de 2022.

O empreendimento que deve ficar localizado na região da Bacia do Itajaí proporcionará um aumento no número de empregos em toda a região e haverá ainda um incremento na movimentação econômica do município durante a sua implantação. Além disso, pode haver a longo prazo uma geração de impostos e energia de mais qualidade quando a Hidrelétrica entrar em operação.

Para o prefeito de Santa Terezinha, Genir Junckes, a iniciativa vai trazer inúmeros benefícios para a região, sobretudo para Santa Terezinha.
“Fico feliz pela implantação do projeto que aquecerá a economia local. Um investimento desse porte contribui muito para o desenvolvimento econômico do município de Santa Terezinha”, disse Genir.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do Instituto do Meio Ambiente (IMA), que afirmou que a licença teria sido emitida no início de novembro, no dia 10 pela empresa Nova Aliança Energia LTDA. O local para implantação, segundo IMA, é escolhido pelo empreendedor.

Segundo o engenheiro responsável pelo projeto, Marcelo Eyse Tavares, o local escolhido entre Santa Terezinha e Taió oferece as características ideais para implantação. “Para implantar uma hidrelétrica é preciso água e tem o fator de queda, lá tem isso. Depois de pronta ela pode vender energia para o país inteiro, mas vai atender e melhorar principalmente a energia em Santa Terezinha porque são 4,5 MW, bem grande. O empreendimento vai trazer um retorno muito bom para a região e tem toda a questão de geração de empregos na construção e depois os fixos também”, destaca.

IMA emite mais de sete mil licenças

O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) emitiu 7.694 licenças ambientais de janeiro a novembro deste ano. Somente os grandes empreendimentos licenciados pelo órgão superaram mais de R$ 12 bilhões em investimentos, o que representa importante contribuição para o desenvolvimento econômico e sustentável do estado, que perpassa também pela gestão do licenciamento realizado pelo IMA.

Dos processos concluídos, 2.920 foram licenças de operação (incluindo renovações); 811 licenças de instalação; 481 licenças prévias; 415 licenças prévias com dispensa de licença de instalação e 2.696 licenças por compromisso. Além disso, o órgão concluiu mais de 20 mil procedimentos administrativos em 2021, entre autorizações de corte; autorizações ambientais; declarações de conformidade ambiental; certidões de atividade não constante, arquivamentos ou deferimentos de processos, entre outras especificidades.

O IMA tem investido em tecnologia de ponta para bem atender à sociedade catarinense nesta área. Entre as inovações do órgão, destaque para a criação da Licença Ambiental por Adesão e Compromisso (LAC), modalidade automática e on-line, que possibilita ao cidadão encaminhar pela internet a documentação exigida em lei; o lançamento da Autorização Ambiental Autodeclaratória (LAC) para o Manejo de Fauna Silvestre, e também, a ampliação da Renovação Autodeclaratória de Licença Ambiental de Operação (LAO), para o setor da suinocultura, por meio do programa do Governo do Estado SC Mais Confiança.


Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original