Diário do Alto Vale | Emprego temporário no comércio de Rio do Sul traz esperança de 2022 melhor

Diário do Alto Vale | Emprego temporário no comércio de Rio do Sul traz esperança de 2022 melhor


Que a pandemia trouxe impactos a todos os setores é indiscutível, mas para quem perdeu o emprego a realidade foi ainda mais difícil. Muitas dessas pessoas encontraram nas vagas temporárias de final de ano esperança de ter um 2022 melhor. Para elas o presente de Natal veio em forma de um salário garantido no início do mês e uma chance de uma contratação definitiva.

Em Rio do Sul, o comércio que representa 33% do movimento econômico, começa a reagir e expectativa positiva para vendas de Natal fez com que muitas lojas abrissem postos de trabalho. A paraense Abigail Monteiro, de 21 anos, veio para a capital do Alto Vale em busca de uma vida melhor, mas estava desempregada há cerca de seis meses. Em outubro conseguiu uma das vagas temporárias abertas em uma loja de variedades e garante que está muito feliz. “Eu deixei currículo por toda a cidade, mas não estava conseguindo nada e estava bem difícil porque só com meu marido trabalhando estava pesado, ainda mais que pagamos aluguel, então esse emprego aqui foi um presente e estou muito feliz, estou gostando bastante”, ressalta.

Ela diz que a expectativa para 2022 é ter saúde e conseguir transformar a vaga temporária em emprego fixo. “Minha experiência acaba no dia 15 de janeiro e espero muito ficar, estou confiante, pois me esforço bastante”, completa.

Hélcio Cechet é gerente da loja onde Abigail trabalha e conta que geralmente o estabelecimento contrata de quatro a cinco pessoas para o período de final de ano. Ele diz que as vagas são em caráter experimental e se o colaborador tiver um bom desempenho é contratado definitivamente. “Vai depender do funcionário se ele vai ficar ou não, mas geralmente de dois a três funcionários acabam ficando efetivos. A Abigail tem grandes chances de ser efetivada”, revela.

Assim como para a jovem paraense, para dezenas de outras pessoas que estavam desempregadas, o comércio rio-sulense trouxe oportunidades e a esperança de um 2022 melhor.

A lojista Angelita Borba Molinari também contratou quatro funcionários temporários para o final de ano. Ela explica que as contratações iniciaram em novembro para as áreas de caixa e principalmente de vendas e a expectativa para o setor é muito positiva. “Depois da pandemia a expectativa para as vendas desse ano era muito positiva e isso vem se concretizando. O comércio está aquecido e abriu muitas vagas”, comenta.


Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original