Diário do Alto Vale | Aprovado projeto de apoio a caravanistas para uso do Parque Harry Hobus

Diário do Alto Vale | Aprovado projeto de apoio a caravanistas para uso do Parque Harry Hobus


Reportagem: Helena Marquardt/DAV

Foi aprovado nesta quinta-feira (4) na Câmara de Vereadores de Rio do Sul, o projeto de lei ordinária 107/2021, proposto por Eroni Francisco da Silva, que institui o último final de semana do mês de outubro como data municipal comemorativa aos caravanistas, criando também pontos de apoio aos veículos, regras para utilização do espaço e incentivando o turismo na região.

Para Eroni, Rio do Sul já é referência no estado como cidade que conta com infraestrutura para receber quem viaja de motor home. “Já existe um espaço para isso, uma estrutura no parque Harry Hobus, mas em conversa com um fã de motor home e com o secretário do Desenvolvimento Econômico, Paulo Fiamoncini, sugeri que tivesse uma lei de incentivo porque com isso virá muita gente de fora para a nossa cidade”, argumentou.

O vereador explica que com a aprovação fica instituído o último final de semana do mês de outubro como data comemorativa municipal aos caravanistas, usuários de motor home trailer, campers e jipes, incentivando assim o turismo, lazer e a qualidade de vida. Ele comenta ainda que a data fará parte do calendário oficial de eventos da cidade e será fomentada pelo município em ação conjunta da Secretaria de Desenvolvimento Econômico promovendo encontro anual.

A nova lei também estabelece que a prefeitura deve disponibilizar um ponto de apoio para os caravanistas sem custos, criando seis vagas de estacionamento exclusivas para motor home, trailer,jipes e campers no Parque Municipal Harry Hobus. Segundo o texto, o ponto de apoio não poderá ser usado como camping e fica proibido o uso de barracas. O local terá energia elétrica e água potável.

O ponto de apoio ficará disponível o ano todo para o uso público dos caravanistas, podendo ser eles de qualquer região do Brasil ou exterior, servindo exclusivamente de auxílio para os viajantes que estão circulando pelo Alto Vale. O prazo máximo de permanência no local será de oito dias, e em caso de necessidade de um prazo maior que o permitido o visitante deve apresentar uma justificativa, obtendo uma autorização específica na Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Rio do Sul.

“A lei está bem clara, por pouco tempo, poderá ser renovado caso haja alguma situação de alguém que queira ficar por mais tempo. É muito importante para o desenvolvimento da nossa cidade. Em minha opinião vai trazer turismo e será comemorado um dia especial nessa modalidade”, ressalta Eroni.


Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original