Diário do Alto Vale | Alto Vale vai ganhar rota de peregrinação

Diário do Alto Vale | Alto Vale vai ganhar rota de peregrinação


Reportagem: Helena Marquardt/DAV

Com a inauguração do Santuário de Nossa Senhora de Lourdes e do Louvor em Ituporanga, prevista ara o primeiro semestre de 2022, o Alto Vale deve ganhar também uma nova rota de peregrinação religiosa que receberá o nome de Caminho do Louvor. A implantação já foi iniciada e está sendo realizada por uma associação sem fins lucrativos.

O empresário, Eduardo Bittelbrum é o idealizador e executor do projeto. Ele já percorreu o Caminho da Fé entre São Paulo e Minas Gerais e conta que após viajar 318 quilômetros a pé pelos dois estados, em duas ocasiões, surgiu o desejo de implantar uma iniciativa parecida em Santa Catarina.

“Eu já tinha comigo que o Santuário de Santa Paulina seria parte integrante dessa rota, mas ainda não tinha encontrado outro ponto de conexão que fizesse sentido e tivesse um propósito ao peregrino que por ali passasse. Em agosto do ano passado, dentro da gruta de Nossa Senhora de Lourdes em Blumenau, após rezar o terço, fui checar as notícias do dia e tomei conhecimento do Santuário do Louvor em Ituporanga. Era exatamente o que faltava e nasceu então o Caminho do Louvor”, lembra.

Após planejamento da rota no mapa, ele executou o trajeto a pé para verificar se ele era viável do ponto de vista de um peregrino e garante que se surpreendeu positivamente.“Além de viável, ele é lindo e inspirador”, opinou.

O Caminho do Louvor vai interligar o Santuário de Nossa Senhora de Lourdes e do Louvor ao Santuário de Santa Paulina passando por Vidal Ramos e Leoberto Leal. O percurso base tem cerca de 150 quilômetros de distância por estradas não pavimentadas, baixo fluxo de veículos e com grande oferta de riqueza natural, buscando proporcionar aos peregrinos momentos de reflexão e inspiração, de maneira segura, sinalizada e estruturada.

De acordo com Eduardo, o tempo estimado para fazer o trajeto caminhando é de cinco dias com caminhadas de 30 quilômetros por dia, ou de três dias de bicicleta percorrendo aproximadamente 50 quilômetros diariamente. “Para o futuro já está prevista a criação de novos ramais que seriam extensões do caminho base em municípios ao entorno”.

Além de ser uma nova opção de peregrinação a nível nacional e internacional, o Caminho do Louvor deve contribuir com o turismo religioso em Santa Catarina, com o desenvolvimento das comunidades locais que estão ligadas ao trajeto.

O idealizador explica que o peregrino fará um cadastro do ponto de origem em Ituporanga e receberá uma credencial que o identifica como peregrino. Ao longo dos trechos serão desenvolvidos pontos de apoio como lanchonetes e pousadas que irão carimbar as credenciais, validando assim a execução do trecho. Ao chegar em Nova Trento, o participante apresenta sua credencial e pode solicitar o seu certificado de conclusão.

Neste momento está sendo realizado o fechamento final da rota em solo, o registro da marca e a constituição da Associação dos Amigos do Caminho do Louvor. Os próximos passos serão a busca dos investimentos necessários, compra e instalação das placas de sinalização, desenvolvimento e aprovação de projetos de Lei nas cidades que são partes integrantes da rota, desenvolvimento dos pontos de apoio, lançamento do portal de apoio ao peregrino e por último a divulgação e inauguração do Caminho do Louvor. A expectativa é de que a rota seja inaugurada no segundo semestre de 2022.


Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original