Debaixo de chuva, Harry Styles emociona fãs em estádio lotado com show eletrizante – Entretenimento

Debaixo de chuva, Harry Styles emociona fãs em estádio lotado com show eletrizante – Entretenimento



O mau tempo não foi empecilho para Harry Styles agitar o Allianz Parque, estádio na zona oeste de São Paulo, nesta terça-feira (6). O cantor britânico iniciou a passagem da turnê Love on Tour pelo Brasil, que ainda conta com mais shows no Rio de Janeiro, Curitiba e na capital paulista.


Mesmo debaixo de chuva, os fãs cantaram a plenos pulmões os sucessos da carreira solo do ex-integrante do One Direction.


Harry Styles deveria ter vindo ao Brasil em 2020, em um show remarcado por causa da pandemia de Covid-19.


Dois anos e um lançamento de álbum depois, o artista voltou ao país, e a emoção contagiante dos fãs no estádio foi a maior prova do quanto esse retorno era aguardado, assim como as longas filas que se formaram na rua horas antes da abertura dos portões — ainda haverá mais duas apresentações na capital paulista, marcadas para 13 e 14 de dezembro.


A chuva foi incessante desde o show de abertura, da cantora jamaicana Koffee, à última música. Porém, a água que caía do céu não pareceu atrapalhar em nada a experiência do público, que foi ao delírio assim que o cantor subiu ao palco e cantou a primeira música, Music for a Sushi Restaurant, e logo em seguida tocou guitarra durante a apresentação de Golden.




Styles seguiu o repertório alternando músicas do álbum mais recente Harry’s House, lançado em maio deste ano, e do Fine Line, de 2019. Adore You, Daylight, Cinema, Keep Driving, Satellite e She foram as escolhidas para dar continuidade ao show. Sem medo da água, Harry brincou que todos ficariam molhados juntos e iriam se divertir como se não estivesse chovendo. Ele tomou conta de todos os cantos do palco e fez questão que os fãs cantassem em alto e bom som durante o refrão das músicas, algo que nem precisaria ser pedido.










Antes de cantar Matilda, Harry disse que a música é especial para ele e o público entendeu o recado, acompanhando no gogó do começo ao final da canção.




Em alguns momentos do show, o artista parou para conversar com o público. Ele repetiu mais de uma vez o quão animado se sentia por estar de volta ao Brasil após quatro anos da última passagem por aqui. O britânico disse que está pronto para ter uma experiência completa, com direito a caipirinha, e que está até pensando em tatuar um pão de queijo ao lado da tatuagem escrita “Brasil” que tem na coxa.


Seguindo a apresentação, os fãs prepararam uma surpresa e ajudaram a embelezar ainda mais o show na hora de Lights Up. O público se organizou para colar papéis coloridos na lanterna do celular e deixar o estádio nas cores do Brasil.




Após cantar Canyon Moon e Treat People with Kindness, a apresentação ganhou um momento de nostalgia com What Makes You Beautiful, grande hit do começo do One Direction. Harry Styles estourou em todo o mundo com a boy band quando era apenas um adolescente. Hoje, já com 28 anos e as entradas no cabelo começando a aumentar, o cantor é um artista mais maduro, que soube manter o público de quando era um ídolo teen do pop e conquistar novos fãs com o sucesso da carreira solo.




O final do show foi dedicado a algumas músicas do álbum mais recente, Late Night Talking e Love of My Life, e os grandes hits dos dois primeiros discos da carreira solo, como Watermelon Suggar e As It Was. Com um show energético, uma performance dramática e vibrante e muita emoção a cada música, Harry Styles provou mais uma vez como consegue se manter um ícone por mais de dez anos e fez um estádio lotado ignorar a chuva que engrossava cada vez mais para focar o que mais importava naquele momento: a música.


Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original