B3 exclui IRB (IRBR3) e mantém Positivo (POSI3) de fora da 2ª prévia do Ibovespa; nenhuma ação é incluída

B3 exclui IRB (IRBR3) e mantém Positivo (POSI3) de fora da 2ª prévia do Ibovespa; nenhuma ação é incluída


A B3 (B3SA3) optou por excluir o ressegurador IRB (IRBR3) e manter a exclusão da Positivo (POSI3) na segunda prévia da carteira teórica do Ibovespa válida para o período entre janeiro e abril de 2023, conforme prévia publicada pela Bolsa nesta sexta-feira (16).

Não houve nenhuma inclusão no portfólio. Se as mudanças forem confirmadas, o Ibovespa passará a contar com 90 ativos.

Mais uma prévia está programada para ser divulgada no dia 29 de dezembro e a nova carteira passará a vigorar a partir de 2 de janeiro de 2023.

A exclusão da Positivo do índice havia sido anunciado na primeira prévia do índice divulgada em 1º de dezembro, em linha com as expectativas dos analistas, pois as métricas de negociabilidade das ações da empresa de tecnologia estavam abaixo do limite para membros do índice.

Em relatório sobre as possíveis exclusões do Ibovespa, a XP havia levantado a possibilidade da saída do IRB pelo critério de ser classificada como penny stock (ações com preço médio abaixo de R$1,00 no trimestre). A ação fechou a sessão da véspera a R$ 0,72 e a companhia já propôs um grupamento de ações, a ser votado no próximo dia 22 de dezembro.

A ação com maior peso, segundo a prévia, segue sendo Vale (VALE3), com participação de 15,643%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em seguida, aparece as ações preferenciais do Itaú Unibanco (ITUB4), com 6,144%, Petrobras PN (PETR4), com 5,499% e Petrobras ON, com 5,038%.

Na lista de principais pesos do Ibovespa ainda aparecem Eletrobras ON (ELET3;3,976%), Bradesco PN (BBDC4;3,899%), B3 (3,718%) e Ambev (ABEV3;3,471%).

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original